Projeto de energia solar para residências: saiba como fazer

Elaborar um projeto de energia solar para residências não era algo comum até pouco tempo atrás. Mas o cenário mudou e esse mercado movimenta aproximadamente R$ 4,5 bilhões por ano no Brasil, segundo projeções da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica.

Pensar e oferecer um projeto adequado para a instalação de um sistema solar fotovoltaico na construção de um imóvel é um importante diferencial para o portfólio de engenheiros e arquitetos.

Quando projetamos um sistema solar fotovoltaico em uma residência já pronta temos diversos desafios, visto que a maioria das edificações não foram concebidas visando a geração própria de energia.

Em muitos casos o telhado não possui a melhor orientação, ou, quando tem, há algum obstáculo que causa sombreamento, além de diversos outros elementos que de alguma forma podem prejudicar na eficiência do sistema solar fotovoltaico.

Se você vai elaborar um projeto de construção, mesmo que seu cliente não opte pela instalação de painéis solares no momento, é interessante apresentar e sugerir que a obra tenha as adequações necessárias justamente para evitar retrabalhos e gastos futuros desnecessários.

Nesse artigo vamos dar algumas dicas de como projetar um imóvel nas melhores condições para receber um sistema solar fotovoltaico para que você possa se distinguir no mercado com a oferta de um serviço sustentável e que faça seus clientes economizarem.

Conheça a história do Félix que reduziu sua conta de luz em mais de 95% e entenda os benefícios financeiros da energia solar para seus clientes.

Conheça 3 aspectos essenciais em um projeto de energia solar para residências:

O Telhado

Para nós que trabalhamos com energia solar a parte mais importante da casa é o telhado. Desde quando começamos a atuar com energia solar começamos a olhar os imóveis com um olhar diferente.

Ao invés de analisar a obra da casa como um todo, a primeira coisa que observamos para criar um projeto de energia solar para residências é se aquele imóvel tem boas condições para instalar os módulos solares ou não. Por isso recomendamos uma atenção especial ao desenhar e construir os telhados, levando em consideração os seguintes aspectos:

1)    A orientação do telhado. O mais indicado é a posição norte, pois tem um melhor rendimento ao longo de todo o dia. É possível instalar os módulos com orientação oeste ou leste também, no entanto a eficiência máxima do sistema tende a se dar com a instalação na orientação norte.

2)    A inclinação do telhado. Ao contrário da orientação, a inclinação não possui uma posição exata, porque depende da localização do imóvel. A indicação é de que a inclinação seja igual a longitude do local onde os módulos serão instalados. Em Porto Alegre, por exemplo, a inclinação mais indicada é a de 30º.

3)    Os sombreamentos. As sombras ocasionam uma perda significativa do rendimento dos painéis solares, por isso se deve tomar cuidado para que chaminés, antenas e caixas d´agua não façam sombras aos módulos. Além também de observar obstáculos externos que podem causar sombras, como postes de luz, árvores e outras edificações próximas.

4)    O tipo de telha. É algo que não há uma preocupação tão grande, visto que há soluções para fixação dos módulos para cada tipo de telha existente no mercado. Porém, se seu empreendimento tiver cobertura plana é necessário um espaço maior entre os módulos para que uns não façam sombras sobre os demais.

Baixe agora gratuitamente nosso Ebook da Energia Solar para Engenheiros e Arquitetos

O local ideal para o inversor

O telhado, como dissemos, é a parte mais importante para um sistema solar fotovoltaico visto que os módulos ficam normalmente na cobertura do imóvel. Porém outro local que deve ser bem planejado é o local onde será instalado o inversor solar.

O inversor é o coração do sistema solar fotovoltaico, é esse equipamento que converte a energia de corrente contínua gerada pelos módulos em corrente alternada, que utilizamos nos equipamentos elétricos.

Recomenda-se que o inversor fique relativamente próximo dos módulos para evitar perdas durante a transmissão de energia dos módulos para o inversor. Se possível também deixar o inversor próximo ao quadro de distribuição da residência com o mesmo objetivo de evitar possíveis perdas.

É importante que o inversor seja instalado em um local protegido do sol e da chuva, mas que possua uma boa ventilação para não aquecê-lo. O inversor solar é um equipamento muito importante para o sistema solar fotovoltaico, por isso é importante seguir essas recomendações para que ele traga os melhores rendimentos para seu sistema por muitos anos.

A passagem dos fios

Fios sempre são problemas, ainda mais quando eles ficam à mostra. Por isso na hora de construir um imóvel novo é importante que sejam projetados eletrodutos internos para a passagem dos fios de seu sistema solar fotovoltaico.

Basicamente são três fios, o positivo, o negativo e o fio terra para proteger seu sistema. Deve haver uma passagem dos módulos até o inversor solar e do inversor até o quadro de distribuição da residência.

Construir presume uma série de cuidados, e reformas ainda mais. Por isso é importante deixar tudo pronto para possíveis melhorias. A energia solar é o futuro e em poucos anos acreditamos que todos tenham condições de gerar sua própria energia a partir do sol. E para este futuro desejado, o papel de engenheiros e arquitetos é imprescindível.

Aqui na Incentive nós temos um programa de parceria especial para Engenheiros e Arquitetos.

Fale conosco para criar um projeto de energia solar para residências com excelência!

  • Esta é a energia do futuro, porém o problema que eu vejo é o investimento inicial que deve ser alto, embora se pague num tempo relativamente curto.

    • Exato Rui, acreditamos que linhas de financiamento mais atrativas irão impulsionar ainda mais a geração própria de energia. Para quem tem recurso para instalar seu próprio sistema fotovoltaico é um excelente investimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *