Orientação solar na construção: Aproveite o potencial do sol!

O sol afeta praticamente tudo em nossas vidas, das questões mais simples às mais complexas, e um fator clássico disso é o impacto da orientação solar na construção.

 

Engenheiros civis e arquitetos devem levar em conta a incidência solar em seus empreendimentos, desde sua concepção.

 

Aproveitar todo o potencial do sol faz toda diferença!

 

Qual a atenção que você dá às questões referentes à orientação solar na construção em um projeto de engenharia ou arquitetônico? Saiba que uma residência ou um prédio comercial bem projetado para aproveitar tudo que o sol pode proporcionar traz enormes benefícios aos seus clientes.

 

Não apenas por questões ambientais, mas também por trazer maior conforto térmico e economia ao longo prazo. Uma residência com muita incidência solar no verão faz com que seja necessário o uso intensivo do ar-condicionado, o que não é nada bom para o bolso do seu cliente.

 

A orientação solar na construção é tão importante para uma construção sustentável, que na Certificação LEED (certificação para construções sustentáveis) o sol é co-responsável por 50 pontos e responsável direto por 9 pontos. Ou seja, está na hora de dar uma atenção maior ao sol para seu próximo projeto.

 

A orientação solar na construção e a localização da volumetria do entorno

 

Uma questão importante que devemos analisar é que o sol nunca é o mesmo, há mudanças conforme a hora do dia, da estação do ano e da latitude e longitude do empreendimento. Portanto na hora de conceber um projeto de engenharia ou arquitetura, você deve analisar a incidência solar em todas essas fases.

 

Outra questão importante é analisar a localização da volumetria do entorno, ou seja, se há sombras projetadas por edifícios e a reflexão da radiação solar proveniente das fachadas conforme a materialidade.

 

Concepção do projeto e análise do resultado

 

Analisada todas as questões em relação ao sol é hora de estruturar o conceito de seu projeto.

 

Primeiro, definindo a tipologia da edificação e o uso dos ambientes. Uma questão que devemos considerar é que nem sempre precisamos utilizar o senso comum. Por exemplo, em uma casa de dois andares nem sempre a área comum precisa ser no primeiro piso e a área privativa no segundo. Tudo pode ser pensado na forma que se tenha o melhor resultado térmico para seus moradores.

 

Após essa etapa é hora de realizar o anteprojeto e o pré-lançamento em 3D, dessa forma será possível realizar as análises em relação ao sol, à ventilação, à eficiência energética e à hídrica.

 

Em relação a incidência de radiação solar é necessário avaliar os pontos de aquecimento críticos e os pontos que necessitam iluminação natural. Até porque nem sempre será possível evitar que existam esses pontos críticos em seu projeto, mas sempre existem soluções para esses casos.

 

Soluções sustentáveis aplicáveis

 

A fim de melhorar o conforto térmico de seu empreendimento você poderá utilizar pinturas e revestimentos que auxiliem na proteção solar para diminuir a temperatura interna do ambiente. Brise-soleil e bloqueadores solares são também ótimas alternativas.

 

Para equilibrar a temperatura de uma forma natural, a utilização de telhado verde, parede verde e paisagismo são excelentes opções, resultando em um ambiente mais sustentável e confortável para se morar.

 

A utilização de vidros adequados também são muito importantes, seja para diminuir a radiação solar em ambientes muito quentes ou para deixar entrar uma luminosidade maior em ambientes muito escuros.

 

A energia solar: aproveitando o sol para tudo!

 

Orientação solar na construção

A energia solar é outra excelente forma de aproveitar o sol nos seus empreendimentos. O aquecimento solar é a tecnologia mais difundida nesse quesito e serve para aquecer a água das torneiras e chuveiros do imóvel, reduzindo a necessidade do aquecimento elétrico ou a gás.

 

Engenheiro, você sabe a diferença entre energia e aquecimento solar?

 

Já a energia solar fotovoltaica é uma tecnologia que está sendo mais difundida agora no Brasil, devida a possibilidade de conectar o sistema fotovoltaico na rede elétrica, conforme resolução da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

 

Essa tecnologia é muito vantajosa, pois seu cliente irá gerar a própria energia elétrica, abatendo até 95% dos custos de sua conta de luz.

 

Ou seja, além de ajudar com o meio ambiente, o seu cliente estará realizando um excelente investimento. Isso porque, o investimento realizado retorna em poucos anos com a economia na conta de energia. Após o retorno do investimento, todo o dinheiro que seu cliente irá deixar de gastar com energia elétrica será lucro para ele.

 

Então, pronto para aproveitar todo o potencial do sol nos seus empreendimentos? Temos um material especial sobre energia solar para arquitetos e engenheiros:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *