Pular para o conteúdo

Despesas mensais: quais são os vilões em sua casa?

Todo final de mês é a mesma coisa, aquela luta para conseguir pagar todas as despesas do mês e ainda sobrar um dinheirinho para fazer alguns investimentos. Mas aqui veremos quais são os vilões das despesas mensais de sua casa e como evitá-los ou minimizá-los.

O mês está muito longo para o seu salário? Calma, algumas das despesas mensais podem ser reduzidas e até evitadas.

Neste artigo vamos apresentar os vilões das despesas mensais de sua casa e como fazer para que você pare de ter pesadelo com os boletos que não param de chegar!

Fatura do cartão de crédito: o grande vilão das despesas mensais

Fatura do cartão de crédito: o principal vilão das despesas mensais

O cartão de crédito veio para facilitar nossa vida, mas também pode ser um grande vilão nas nossas despesas mensais. 

Mas o cartão de crédito não é dinheiro infinito, a fatura vem e se não pagar os juros são exorbitantes.

Por isso é bom ter o controle de todas as compras que você faz ao longo do mês no cartão para acabar não se perdendo no seu orçamento.

Os cartões de bancos digitais são bons aliados para isso, pois no aplicativo você consegue acompanhar todas as despesas e ainda ajustar o seu limite.

Uma boa dica é ajustar o seu limite do cartão de crédito de acordo com sua realidade para que o próprio cartão não permita que você exceda seu limite. 

Aluguel ou Financiamento Imobiliário

Ter a casa própria é o sonho de todo o brasileiro, mas conseguir adquiri-la não é uma tarefa fácil. Por isso, grande parte dos brasileiros pagam aluguel ou estão financiando sua casa.

Antes de tomar a decisão de pagar aluguel ou financiar a sua casa vale a pena você colocar as duas opções na ponta do lápis e ver o que vale mais a pena.

No caso do aluguel é sempre bom negociar com o proprietário ou a imobiliária melhores condições. Contratos mais longos também permite que você consiga um bom desconto no valor mensal de aluguel.

Despesas mensais com internet, telefone e TV por assinatura

Outra despesa elevada que temos em nossas casas são os pacotes de comunicação que incluem internet, telefone e TV por assinatura.

As empresas de comunicação tendem a criar pacotes para todos esses serviços, chamados de combo. Porém, muitas vezes alguns desses serviços você quase nem utiliza, como o telefone fixo que está em desuso.

Por isso, vale a pena negociar e ver qual o melhor plano para sua necessidade e cuidar com as cobranças indevidas que surgem nas faturas dessas contas.

E lembre-se, seus filhos não assistem mais televisão. Talvez a TV por assinatura não seja mais algo essencial para se ter em casa.

Mas tome cuidado também com os serviços por assinatura, como Netflix e Spotfy. Veja o que você realmente utiliza e qual melhor plano para que não prejudique suas despesas no fim do mês.

Colégio dos filhos

Dar uma boa educação para os filhos é algo que todos os pais desejam, mas pagar uma escola particular não é algo que todos conseguem.

Por isso, pesquise bem as escolas que existem em sua região e escolha aquela que contemple os valores humanos que você deseja, mas que cobre um valor que seja factível com sua realidade.

É bom que a escola tenha um ensino puxado para preparar seus filhos para o vestibular, pois ainda pode acontecer de você ter que pagar toda a faculdade de seu filho em uma universidade particular.

Para já prevenir essa despesa futura é bom guardar um dinheiro por mês desde cedo para que seja utilizado para a formação profissional de seu filho no futuro. 

Energia Elétrica

Outra despesa que acaba impactando as contas do mês é a energia elétrica. E cada vez mais, já que quase tudo hoje em dia é conectado na tomada.

energia elétrica e o impacto nas despesas mensais

Daqui há alguns anos até os carros serão abastecidos com energia elétrica e não mais com combustíveis fósseis, como a gasolina e o diesel.

Existem várias formas de economizar na energia elétrica como trocar seus equipamentos elétricos antigos por modelos mais eficientes, substituir as lâmpadas convencionais por LEDS, reduzir o uso do ar condicionado e dos chuveiros elétricos, além de desligar os aparelhos das tomadas enquanto não estiver utilizando-os.

Saiba mais: Como economizar energia!

Porém, nossa dica aqui é investir na geração própria de energia, através de painéis fotovoltaicos.

Se você não tiver condições de fazer o investimento à vista ou em algumas parcelas, é possível financiar o sistema fotovoltaico completo, incluindo os serviços de projeto e instalação.

Algumas instituições financeiras já oferecem taxas que permitem que você pague com o financiamento o mesmo que você estava pagando em sua conta de energia.

Assim você irá continuar tendo essa despesa por o período do financiamento e depois não pagará mais o financiamento e nem boa parte da sua conta de energia.

Ficou interessado em gerar sua própria energia? Baixe agora mesmo a Cartilha da Energia Solar e saiba tudo para gerar sua própria energia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *