Consumo interno: entenda porque nem toda a energia que você gera aparece em sua conta

Uma das grandes dúvidas de nossos clientes é por que na conta de energia sempre vem menos energia injetada do que foi gerado pelo sistema fotovoltaico. A resposta é simples, por causa do consumo interno.

Para você entender melhor, sempre que instalamos um sistema fotovoltaico, em uma residência ou empresa, conectamos o sistema no quadro de distribuição da unidade consumidora.

Sendo assim, boa parte do que está sendo gerado pelo sistema fotovoltaico acaba sendo usado instantaneamente pelo próprio consumidor antes mesmo dessa energia ir para a rede da distribuidora.

Entenda o consumo interno

Esse consumo de energia é chamado de consumo interno. O consumo interno é mais sentido em clientes que possuem um consumo maior durante o dia.

Como é o caso de clientes empresariais, que consomem mais energia durante o horário de expediente. Uma loja ou um escritório que possui energia solar acaba se utilizando da energia solar no mesmo momento em que ela está sendo gerada.

Nesses casos, apenas o excedente, ou seja, o que não é utilizado pela unidade consumidora, é que é injetado na rede da concessionária.

Já clientes residenciais costumam ter um consumo interno menor. Isso porque ao longo do dia quando o sistema está gerando energia o consumidor está fora de sua casa.

Com isso, praticamente toda energia que está sendo gerada está sendo injetada na rede. Digo praticamente, pois sempre temos aqueles equipamentos elétricos que estão sempre conectados na tomada, como é o caso das geladeiras.

Como calcular o consumo interno

Talvez você deve estar se perguntando agora, como que eu vou saber quanto de energia eu estou consumindo internamente? 

Essa é uma boa pergunta, mas fique tranquilo! Tem sim como você estimar qual foi seu consumo interno em cada mês.

O inversor, principal equipamento do seu sistema fotovoltaico, apresenta em seu visor e/ou no seu aplicativo de smartphone qual foi a geração de energia de cada dia.

Assim, você pode saber quanto você gerou de energia em determinado período e verificar na conta de energia quanto foi de fato injetado na rede elétrica.

O seu consumo interno será a diferença do que você gerou pelo o que foi injetado. Verifique se essa diferença é condizente pelo seu padrão de consumo para avaliar se a concessionária está lhe creditando de forma correta.

Outra análise que pode ser feita é verificar seu relógio de medição em frente a sua residência ou empresa. Acompanhe qual a energia injetada em determinada data e após um período verifique novamente.

Assim você vai poder comparar com os dados que você tem no sistema de seu inversor e saber de fato qual foi o seu consumo interno naquele período. Mas se você não quer ter todo esse envolvimento não se preocupe, nós podemos lhe auxiliar.

O Incentive Solar Assistance

A Incentive Solar possui um serviço exclusivo para seus clientes, o Incentive Solar Assistance.

Nesse serviço nós realizamos um acompanhamento mensal de sua geração de energia e da sua conta.

Com isso calculamos quanto você gerou naquele mês, quanto a concessionária considerou de energia injetada e calculamos o seu consumo interno.

Dessa forma, conseguimos calcular qual seria seu gasto de energia caso não tivesse energia solar e assim verificar qual economia real você obteve em cada mês e desde que instalou o sistema. 

Incentive Solar Assistance – Relatório Mensal

Enviamos essas informações todos os meses para nossos clientes como forma de prestação de conta e para demonstrar que aquilo que foi prometido está sendo cumprido.

Quer saber mais sobre o Incentive Solar Assistance? Então clique aqui para saber mais sobre nosso serviço exclusivo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *