Descubra as principais curiosidades sobre o sol

O sol está presente cotidianamente em nossas vidas e impacta todo ecossistema do nosso planeta: é fundamental para a agricultura, para manter a Terra em uma temperatura habitável e até mesmo para nos fornecer vitaminas.

Sua história é imensa e perpassa todos os povos da humanidade, para muitos na antiguidade chegou até mesmo a ser considerado um deus. Mas mesmo o sol sendo o nosso astro rei, você deve ter muitas dúvidas e curiosidades a serem descobertas, não é mesmo?

Compilamos nesse texto uma série de informações relevantes e interessantes sobre o sol que você gostará de saber. Afinal, mesmo sendo apenas uma das mais de 200 bilhões de estrelas da nossa galáxia, o sol é responsável por dar luz e vida à nós, ao nosso planeta e muitos outros.

1 – Você sabia que pode existir sol à meia noite?

Esse fenômeno é chamado de “sol da meia noite”, e ocorre nas datas próximas ao solstício de verão. Durante o seu ápice, o sol pode ser visualizado durante 24 horas ininterruptas, tanto ao norte no Círculo Polar Ártico quanto ao sul no Círculo Polar Antártico.

Aqui no Hemisfério Sul esse fenômeno não é observado, somente por cientistas e militares fixados em bases na Antártica. Porém, países como Noruega, Finlândia, Suécia e até Estados Unidos, o sol da meia noite pode ser apreciado.

O número de dias do ano com sol de meia-noite é maior, quanto mais próximo se está do polo. Por isso cada país tem uma experiência diferente desse fenômeno. Mas, sim, um dia pode ter 24 horas de sol!

2 – 1543: O ano em que o sol virou protagonista.

Até meados da idade média acreditava-se que a Terra era o centro do universo. Certamente você já ouviu ou leu essa história antes, mas talvez não lembre como que esse pensamento foi descartado para que o sol fosse reconhecido como referência multiplanetária.  

O período dessa transformação durou 67 anos. Começou em 1543 quando Nicolau Copérnico fundamentou em seu livro a hipótese de que os astros orbitavam ao redor do sol e não da Terra.

Porém apenas em 1610 que essa tese foi confirmada, dessa vez por Galileu Galilei. Foi então que surgiu o modelo heliocêntrico, irrefutável até os dias de hoje.

3 – E sol a pino, o que é?

O sol a pino é uma expressão popular que descreve uma situação astronômica bastante peculiar: o sol no zênite!

Mas o que é esse tal de zênite? Zênite é uma palavra que vem do árabe e descreve o ponto mais alto do céu, exatamente em cima de nossas cabeças.

Embora utilizemos muito essa expressão, na maioria das vezes ele é utilizada de forma incorreta. Pois não basta apenas o sol estar em um ponto alto ou estar muito calor para ser sol a pino, mas sim estar no ponto mais alto do céu.   

O sol só fica a pino nas zonas tropicais em dois dias do ano. Para saber se realmente o sol está a pino basta olhar para as sombras dos objetos. Quando o sol está a pino não há sombra. Ou melhor, ela existe, mas está exatamente abaixo do objeto que a produz.

4 – É verdade que o sol pode produzir energia infinita para o planeta?

O sol é indiscutivelmente a principal fonte de energia da Terra. Seu calor aquece o planeta e promove a formação de padrões climáticos, o aquecimento dos mares, a formação de correntes oceânicas e o movimento da atmosfera.

Sua energia é responsável direta ou indiretamente por todas as formas de vida, como por exemplo mantendo a água no estado líquido e permitindo assim que ocorra a fotossíntese.

Mas, além da fotossíntese, a energia solar pode ser capturada de outras maneiras, para outras finalidades.

A Terra recebe 1 410 W/m² de energia do sol, sendo que disso 19% é absorvido pela atmosfera e 35% refletido pelas nuvens. Esses dados são muito distantes de nossa realidade e fica difícil entender dessa forma como o sol pode ser responsável por toda energia da Terra, não é mesmo?

Então anote essa informação: o sol envia para a Terra 10 mil vezes mais energia que a humanidade consome.

Se fôssemos comparar a capacidade energética do sol com uma usina hidrelétrica, teríamos que ter 10 bilhões de Itaipus para alcançar o potencial de produção da estrela.

Ainda que venha crescendo, o aproveitamento desse enorme potencial ainda é ínfimo. A energia que vem do sol pode ser convertida em energia térmica e elétrica. A energia térmica utiliza coletores solares para aquecimento da água que utilizamos em nossas casas e empresa.

Já a conversão da irradiação solar em energia elétrica pode ser feita através do efeito fotovoltaico, onde módulos convertem a irradiação solar em corrente elétrica, gerando energia elétrica para serem utilizados para alimentar equipamentos elétricos.

Saiba mais sobre energia solar fotovoltaico acessando a Cartilha da Energia Solar.

Quer saber mais curiosidades sobre o sol?

Sabemos que o assunto é interminável, mas separamos mais uma pequena lista de dados sobre o sol para que você saiba ainda mais informações do nosso astro mais importante. Confira abaixo:

– A luz do Sol demora 8 minutos e 18 segundos para chegar até a Terra.

–  Sua temperatura chega a 5.500º C. Calcula-se que em seu centro, o sol tenha uma temperatura de 15 milhões de graus centígrados.

–  A distância entre o Sol e a Terra é de 149,45 milhões de quilômetros. Durante o inverno, o Sol fica 4,83 milhões de quilômetros mais perto da Terra.

–  As sombras dos objetos são maiores no inverno do que no verão.

–  O sol pesa 1 milhão de vezes mais que a Terra e a distância de seu centro para a sua superfície é 109 vezes maior do que a de nosso planeta.

–  O sol leva 200 milhões de anos para completar uma volta no movimento de translação que faz em torno da Via Láctea.

–  Fica a 30 mil anos-luz do centro de nossa galáxia. Para se ter uma ideia da distância: um ano-luz equivale a 9.460.5000.000.000 de quilômetros. Impossível imaginar!

Agora que você já sabe tudo sobre o sol, por que não aproveitar para gerar sua própria energia a partir dele?

Faça uma simulação gratuita com a Incentive Solar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *