6 dicas para adotar práticas sustentáveis em sua residência

Deixar um mundo melhor para as futuras gerações é uma preocupação de muitas pessoas, e se você está lendo esse artigo, deve ser a sua também. Para isso precisamos adotar práticas sustentáveis contínuas e cotidianas, utilizando da melhor forma todos os recursos naturais que o nosso planeta oferece.

Você pode até imaginar que é difícil mudar sua rotina e adotar práticas sustentáveis para diminuir o impacto no meio ambiente, no entanto atitudes simples fazem toda a diferença. Confira nesse artigo seis dicas para você aplicar o quanto antes e garantir praticidade em sua vida, e sustentabilidade para o mundo.

1 – Nada de Stand-by, tire seus equipamentos da tomada!

Você já deve ter ouvido falar nisso, mas a realidade é que a maioria das pessoas não se lembram ou então sequer consideram a importância de desligar os aparelhos da tomada enquanto não estão em uso.

Os aparelhos em stand-by também consomem energia elétrica, o que aumenta seu gasto com a conta de luz e gera um impacto danoso desnecessário ao meio ambiente.

Uma sugestão interessante de prática sustentável é utilizar filtro de linha, as famosas réguas, onde você pode conectar diversos equipamentos. Assim basta desligar a régua que todos os equipamentos conectados são automaticamente desligados, tornando o processo mais simples e rápido.

2 – Evite imprimir

Essa é uma das dicas mais comentadas quando o assunto é prática sustentável, porém o ato de imprimir documentos é naturalizado que deixamos até mesmo esse simples gesto de evitar a impressão de lado.

Comece hoje mesmo. Pague suas contas online, seja pelo computador ou inclusive o celular, anote detalhes importantes no bloco de notas de seu smartphone e favorite no seu navegador páginas que você deseja reler. Além ser mais eficiente, ágil e acessível, impede que árvores precisem ser desmatadas.

3 – Desligue as luzes!

A energia elétrica está presente em tudo de nosso dia a dia, mas podemos diminuir consideravelmente o consumo com práticas sustentáveis muito simples como simplesmente apagar as luzes.

É lógico que não estamos falando para viver às escuras. Uma solução bem interessante é aproveitar a luz solar do dia para iluminar sua residência, seja com vidraças, claraboias ou apenas abrindo as janelas.

Porém é inevitável, pelo menos durante a noite, o uso de lâmpadas. Isso não quer dizer que não se pode tomar pequenas práticas sustentáveis para diminuir o impacto ambiental, como por exemplo a troca de lâmpadas comuns por feitas de LEDs, tecnologia que permite uma significativa economia de gasto energético.

Com essa atitude você contribuirá para que menos energia seja gerada de hidrelétricas, que causam impactos ambientais negativos em sua construção, e de termelétricas movidas a combustíveis fósseis, altamente poluentes. Além de, claro, diminuir sua conta de luz.

4 – Muita atenção para o lixo!

Separar o lixo seco do orgânico é uma prática sustentável simples e que traz um grande impacto. Em geral, muito dos itens e produtos que vão parar em aterros sanitários poderiam ter um destino ecologicamente mais interessante e o começo desse processo é em sua residência, na hora da separação.

Mas antes de pensar no descarte, pense na compra. Prefira sempre produtos com menos embalagens possíveis, afinal a consciência ambiental deve começar justamente na hora do consumo.

Já o lixo orgânico você pode aproveitar grande parte dele através da compostagem, uma ótima forma de reduzir os impactos climáticos e reciclar nutrientes, além de ser um processo simples e que pode ser feito sem grandes investimentos.

5 – Reaproveite a água da chuva

Outro recurso natural que deve ser melhor utilizado é a água. Embora tenhamos a impressão de que temos muita água em nosso planeta, apenas 1% dessa água é doce e acessível.

Ou seja, não vale a pena utilizarmos esse recurso tão escasso para lavar a calçada, os portões da casa, ou usar nas descargas dos vasos sanitários. Uma boa solução para isso é o reaproveitamento da água da chuva.

Nesse caso o ideal é a utilização de cisternas. Esses reservatórios armazenam a água da chuva acumuladas em rufos e calhas, podendo ser direcionadas para torneiras e outras estruturas que não requerem água potável.

6 – Gere energia limpa e renovável!

Além de economizar energia elétrica, outra prática sustentável que pode ser feita em sua casa é investir na geração própria de energia, através de um sistema solar fotovoltaico.

Apesar de ser necessário um investimento inicial para a aquisição e instalação dos equipamentos, o dinheiro investido retorna em poucos anos com a economia na conta de energia e rende melhor que outros possíveis investimentos disponíveis no mercado, como a poupança ou investir em imóveis por exemplo.

Além de você realizar um excelente investimento ainda estará contribuindo com um mundo melhor, evitando a necessidade de construção de hidrelétricas e termelétricas, usando uma fonte de energia limpa e renovável que é o sol!

Leia a Cartilha da Energia Solar e 

Saiba tudo sobre como gerar sua própria energia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *